Escola Vivencial MCC – Piacatu – 18/09/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

DE COLORES!

José Roberto Gomes (Beto)
69º Cursilho para Homens da diocese de Lins

Elizabeth de Lima Lacerda Gomes (Beth)
65º Cursilho para Mulheres da diocese de Lins

21617761_1359540150830276_3978970554698175791_n

Dia 17/08 – Acolhida aos irmãos em Cristo, Fernando e Cleber.


Este slideshow necessita de JavaScript.


21743312_1359540280830263_7904940064308952290_n

Dia 18/09  – Escola Vivencial


Este slideshow necessita de JavaScript.

Anúncios

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 11/09/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

Nesta segunda-feira, 11/09/2017, na Escola Vivencial de Piacatu foi feita a oração do Espírito Santo, leitura e reflexão do Evangelho de Lucas 6, 6-11.

21616499_1353855574732067_391020741283149212_n

E, também, preparação do cursilho para homens nº 42 da Diocese de Araçatuba que será realizado nos dias 15 a 17 de Setembro.

José Roberto Gomes (Beto)
69º Cursilho para Homens da diocese de Lins

Elizabeth de Lima Lacerda Gomes (Beth)
65º Cursilho para Mulheres da diocese de Lins

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 04/09/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

Foi com muita alegria que recebemos nesta segunda-feira (04/09/2017) na escola vivencial o casal da cidade de Gabriel Monteiro Caca e Ana Paula para fazer a comunicação “Alavanca“.

Após a leitura do evangelho do dia e a oração do Espírito Santo, o casal de irmãos em Cristo nos falou que:

21270800_1348325595285065_5840533270210131087_n

No Cursilho, Alavanca é antes de tudo um compromisso, é uma mensagem de AMOR ao próximo.

No Movimento de Cursilhos encontramos a Alavanca como uma união de esforços, entre aqueles que se dispõem a realizar uma atividade de coração, que exija um esforço pessoal (ou coletivo), em prol do próximo, que muitas vezes sequer conhecemos (ou conheceremos).

Não se trata de assistência social, mas de uma entrega de si mesmo em oração, para que o Nosso Senhor ouça os pedidos nossos e o atendam na medida do que for possível e necessário.

Através de Alavancas pedimos que a graça de Deus atue sobre as pessoas e também, para que toda a atividade humana desenvolvida dentro MCC tenha sempre o apoio do Espírito Santo.

O conjunto de orações, com um profundo sentido eclesial, tornam realidade o mistério da comunhão dos santos no Corpo Místico de Cristo.

As Alavancas podem ser feitas através de:

  • Oração;
  • Jejum;
  • Caridade.

A Oração é uma dimensão essencial da espiritualidade. A oração não esgota as dimensões da espiritualidade que abrange todo o ser do homem e da mulher embebido pelo Espírito Santo e vivendo seu dia a dia sob a ação do mesmo Espírito do Senhor.

Como não poderia deixar de ser, a oração, sendo expressão de diálogo pessoal (ou comunitário) com Deus, como bem sabemos na vida de Jesus e assim, seguindo seu exemplo tornou-se um papel fundamental na vida daqueles que integram o MCC.

O Jejum não pode ser uma forma de vangloriar de sua bondade, mas de promover sua espiritualidade e, também o bem, a conversão de outras pessoas, quando por exemplo estão fazendo o cursilho.

Cada um escolhe a forma de jejuar que considera mais adequada para si, pode ser:

  • Abstinência alimentar (sólida ou liquida)
  • Educação de postura e atitudes;
  • Disciplina, vigilância sobre a conversão (por exemplo o que falamos)

A Caridade é solidariedade. É uma ação que promove a transferência de energia positiva, para aqueles que estão trabalhando ou participando do cursilho.

Alguns exemplos de caridade para como alavanca:

  • Visitar um doente;
  • Doar uma cesta básica, ou outra coisa de que alguém necessita;
  • Visitar um asilo;
  • Doar sangue; 
  • Tomar uma nova atitude para melhorar o ambiente em que vive. Seja em casa, no trabalho ou na comunidade.

De Colores!

José Roberto Gomes (Beto)
69º Cursilho para Homens da diocese de Lins

Elizabeth de Lima Lacerda Gomes (Beth)
65º Cursilho para Mulheres da diocese de Lins

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 28/08/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

Nesta segunda-feira, 28/08/2017, na Escola Vivencial de Piacatu, após a leitura do Evangelho do dia e a oração do Espírito Santo, recebemos com alegria nossos irmãos em Cristo da cidade de Araçatuba, Silvinha, Bermival e sua esposa Fátima que partilharam com os presentes a experiência de estar na V Ultreia Mundial no país de Portugal na cidade de Fátima.

21105729_1342179972566294_1255627934594293495_n

Lá, além da Ultreia participaram de muitos momentos de orações, terço, celebrações das missas, procissões e etc.

Eles mostraram algumas materiais utilizados, fotos, passaram trechos de vários vídeos e informaram que a próxima Ultreya será no México.

De Colores!

José Roberto Gomes (Beto)
69º Cursilho para Homens da diocese de Lins

Elizabeth de Lima Lacerda Gomes (Beth)
65º Cursilho para Mulheres da diocese de Lins

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 21/08/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

Nesta segunda-feira, 21/08/2017, na Escola Vivencial de Piacatu, após a leitura do Evangelho do dia e a oração do Espírito Santo, Frei Claudemir fez a comunicação sobre a “Exaltação da Santa Cruz”.

20992662_1335887149862243_15119510016226455_n

Era rotina os romanos crucificar pessoas, mas com Jesus foi de forma diferente.

A exaltação da cruz para Igreja é um compromisso de novas atitudes diante das violências discriminações, etc.

O motivo que levou a Jesus a cruz foi o Amor.

José Roberto Gomes (Beto)
69º Cursilho para Homens da diocese de Lins

Elizabeth de Lima Lacerda Gomes (Beth)
65º Cursilho para Mulheres da diocese de Lins

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 07/08/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

Nesta segunda-feira, 07/08/2017 na Escola Vivencial de Piacatu a comunicação foi sobre “O consumo eficiente de energia“, com Márcio Bevilaqua.

20708406_1324169327700692_7450634824056009483_n

Marcio, explicou sobre as cores das bandeiras, verde, amarela e vermelha na conta de energia elétrica e como podemos economizar energia.

Como utilizar os aparelhos domésticos, os consumos, suas potências e os cuidados necessários com os aparelhos.

Também sobre a iluminação das ruas.

José Roberto Gomes (Beto)
69º Cursilho para Homens da diocese de Lins

Elizabeth de Lima Lacerda Gomes (Beth)
65º Cursilho para Mulheres da diocese de Lins

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 31/07/2017

ESCOLA VIVENCIAL DE PIACATU

Nesta segunda-feira, 31/07/2017, a Escola Vivencial de Piacatu, após a leitura do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mt, 13, 31-35 e a oração do Espírito Santo, recebeu o casal de irmãos em Cristo, Wellington e Milena, que fez a comunicação “Crescer na caridade conjugal”.

20476227_1317863411664617_4304386344052893929_n (1)

O casal, Welington e Milena, fala sobre “Crescer na caridade conjugal

No decorrer da comunicação deram testemunhos de vida e citaram várias passagem da bíblia.

Segundo o casal, a paciência é uma qualidade de Deus e temos que aprender a ser pacientes.

O casal tem que ter atitude de serviço e caridade, amar em ação e verdade 1 Jo 3, 17-18.

Não se deve ter inveja, em Tiago 3,16:

“Onde há inveja e ambição egoísta, aí há confusão e toda espécie de males”.

O amor não é arrogante, é humilde e simples no dia a dia. Amar é se tornar amável na família, é preciso aprender nas palavras amáveis de Jesus. Amabilidade é um dos frutos Espirito Santo (Gálatas 5,22).

Para amar o outro deve amar a si mesmo. Ninguém jamais odiou a sua própria carne (Efésios 5,29).

O perdão é necessário. Nunca se deve terminar o dia sem fazer as pazes em família. Em Colossenses 3,13, temos:

“Suportai-vos uns aos outros e perdoai-vos mutuamente, toda vez que tiverdes queixa contra outro. Como o Senhor vos perdoou”

Deve-se alegrar nas tristezas e alegrias, com as realizações das pessoas e principalmente na família, (Romanos 12,12).

Confiança é fundamental, o amor confia, uma família que confia permite a felicidade de seus membros. Assim, temos que, também, confiar em Deus e Este acima de tudo.

O diálogo é indispensável para viver bem e para tomar decisões na família, mesmo em momento de atrito.

Temos que ser um casal que partilha tudo e dentro da família, atitudes de carinho, gentileza (com licença, obrigado, desculpa, por favor) faz muita diferença, o amor conjugal que se manifesta e cresce a cada dia.

De Colores!!!

José Roberto Gomes (Beto)
69º Cursilho para Homens da diocese de Lins

Elizabeth de Lima Lacerda Gomes (Beth)
65º Cursilho para Mulheres da diocese de Lins

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 24/07/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

Acolhida aos jovens Jessica e Jhonny, que falaram com alegria como foi a experiencia de participar do 15º Cursilho para Jovens e como foi o primeiro dia do 4º dia

De Colores!

José Roberto Gomes (Beto)
69º Cursilho para Homens da diocese de Lins

Elizabeth de Lima Lacerda Gomes (Beth)
65º Cursilho para Mulheres da diocese de Lins

20292605_1311814428936182_5648885197725673496_n

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 10/07/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

No dia 10/07/17 recebemos na Escola Vivencial de Piacatu, a irmã em Cristo Márcia Bulgueroni acompanhada de seu esposo Luciano, suas filhas e seu pai José.

19905097_1298784646905827_6983868161344246012_n

Márcia fez a comunicação “A mudança começa em mim”, iniciando com a informação que existem diferentes tipos de personalidade e temos que nos perguntar:

Quem sou eu?

Eu aceito a minha personalidade?

É possível mudar o que me incomoda?

Mudar minha personalidade?

Podemos lapidar nossa personalidade através:

  • Do poder do Espirito Santo atuando em nós e contando com a graça de Deus.
  • Da meditação da Palavra
  • Da oração,
  • Do pensando positivo
  • E acreditando em si mesmo.

Se existe alguém que pode destruir minha vida, esse alguém, por primeiro, sou eu mesmo.

Se não quero mudar, se o meu coração está fechado, como Deus vai mudá-lo?

A samaritana aceitou quem ela era e ouvindo Jesus, ela quis mudar (Jo 4.-15).

Temos que estar com o coração aberto, pois quando mudamos transformando os outros, porque percebe a nossa mudança através das nossas atitudes.

DE COLORES!!!

Beth e Beto

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 26/06/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

Escola Vivencial MCC – Santópolis do Aguapeí

Festa Junina De Colores da cidade de Piacatu com a participação dos irmãos cursilhistas da cidade de Santópolis de Aguapeí.

19511048_1284995154951443_129419734533029572_n

Iniciou com o terço e logo após confraternização com comidas típicas de festa junina.

DE COLORES!

Beto e Beth

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 19/06/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

No dia 19/06/2017 (segunda-feira) a escola vivencial de Piacatu recebeu o irmão em Cristo Marcos (acompanhado de sua esposa Giovania) da cidade vizinha de Gabriel Monteiro para a comunicação sobre A Oração Cristã.

Beto e Beth

19225982_1278451718939120_7643610473222129333_n

Marcos e a esposa Giovania com a mensagem “A Oração cristã

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 12/06/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

TEMA: Aplicações das Prioridades Diocesanas

Mensageiros: Beto e Beth

19059344_1271348066316152_4904077245187024265_n

O casal apresentou o documento elaborado pela cúria com a participação de toda a comunidade com as Prioridades Diocesanas no Quadriênio 2016-2019 e explicou a sua importância para que todos os cristãos de nossa diocese possam ter em mãos e estudar, para aplicá-lo no seu dia a dia.

Beto e Beth

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 06/06/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

18950973_1263802187070740_5739083784505138582_n

Nesta segunda-feira, 05/06/2017, a escola vivencial, após a informação e pedido de alavancas aos cursilhos que acontecerão no Brasil e no mundo, leitura do Evangelho do dia, bem como agradecimentos do trabalho de todos na organização e acolhida na Ultreya que aconteceu dia 03/06/2017 em nossa cidade, recebeu Joaquim (vice-coordenador do GED) acompanhado de Jorge Tadeu (responsável blog) para falar do retiro de cursilho 2 e 3 dias.

Item Material Utilizado LINK (s)
1 Word A Proclamacao da Mensagem do Cursilho
2 Word Quadro Panoramico da Mensagem do Cursilho

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 09/05/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

Nesta segunda-feira, 08/05/17, recebemos na Escola Vivencial, com muito carinho, Padre Edgard, para comunicação do dia sobre o tema: “O Sentido da Ressurreição”.

18301917_1237263899724569_1363718236256118770_n

Pe Edgard fala sobre “O sentido da ressurreição

Iniciou com uma música do Padre Mello como forma de oração. Na sequência, o sacerdote explicou que ressurreição é voltar à vida, receber um corpo corruptível e sem doenças, glorificado.

Para o cristão tudo só tem sentido a partir da ressurreição de Jesus, pois o sentido primeiro da fé é a ressurreição.

Na palavra de Deus, São Paulo fala muitas vezes sobre a ressurreição, e diz:

“Se Cristo não ressuscitou nossa pregação é vazia e também a nossa fé”.

Ressurreição significa: Iluminação, Salvação, Libertação, Paz, Vitória, Vida abundante e Vida eterna.

Ressurreição é estar com Deus.

A ressurreição é o complemento do plano de Deus: o Céu é a vida plena.

De Colores!!!

Beto e Beth

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 24/04/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

Nesta segunda-feira, 24/04/2017, recebemos a irmã em Cristo, Fabiana Panassi da cidade de Birigui, acompanhada do esposo Elder e filha Mariana.

Fabiana fez a comunicação sobre metodologia do MCC com o tema: Pré-Cursilho.

De Colores!!!

Beth e Beto

18058059_1221355531315406_1845947241209747765_n

Beto e Beth acolhem Fabiana, Elder e a filhinha Mariana 

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 27/03/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

Nesta segunda-feira, 27/03/2017 na Escola Vivencial de Piacatu, após a leitura do Evangelho de de Jesus Cristo em Jo 4,43-54, foi feita a seguinte reflexão:

Quem nunca foi surpreendido com uma decisão ou resposta que parecia impossível ou improvável?

Quem nunca, ao se dar por vencido sobre um assunto, viu algo sobrenatural acontecer e reverter o caso?

Quem ao reconhecer um milagre não se põe de imediato a agradecer a Deus e louvá-lo?

O Impossível visível lembra-nos de agradecer, mas e o simples, diário e corriqueiro?

Será que precisamos de milagres ou efeitos extraordinários para acreditar no amor de Deus?

Precisamos de confirmação?

17553466_1191963460921280_3296086345162806161_n

Jesus declarou que um profeta não é honrado na sua própria terra.

Como ele foi criado na cidade de Nazaré, que fica na Galiléia, fazia referência aos galileus, que precisavam de sinais e prodígios para crer. Assim, ficavam exigindo que Jesus operasse milagres que testemunhariam que Ele de fato era o Filho de Deus.

Jesus nos mostra que o processo é justamente o contrário: não são os sinais que devem nos levar a crer, mas é a nossa fé que deve produzir sinais de Reino de Deus, tais como: sinais de fraternidade, de justiça, de amor, de vida em abundância.

“Porque ter fé significa ter a presença amorosa e solidária de Deus em todos os momentos da vida”.

A fé não pode ser baseada no que é visível, pois a verdadeira fé provém do do ato invisível.

Hoje, talvez, Deus esteja passando em sua casa, em sua vida, em sua oração e reanimando a fé na forma de um broto de esperança. Não volte pra casa sem acreditar! Tenha fé. (CNBB)

Após alguns avisos finalizamos com a oração final.

De Colores!!!

Beto e Beth

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 13/03/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

Nesta segunda-feira, 13/03/2017, na Escola Vivencial de Piacatu, tivemos a presença dos irmãos em Cristo da cidade de Birigui Adriano (coordenador do setor de Birigui) e Claudia, acompanhando Carine, que fez a comunicação cujo o tema foi: “A Igreja, mãe educadora”.

CARINE - BIRIGUI 010 (Copy)

Carine com o tema “A Igreja, mãe educadora

Na igreja nos alimentamos da Palavra de Deus, recebemos sacramentos, aprendemos buscar a santidade e através dos santos, com seus testemunhos de vida, temos exemplos para a nossa caminhada.

Na igreja descobrimos a nossa vocação. Igreja começa dentro de casa. A Igreja nos educa na fé. Ela defende a vida, muitos vezes é criticada, mas não se cala e preocupa-se com o social, com a natureza. Exemplo é a Campanha da Fraternidade deste ano.

Todo agir da nossa Igreja foi confiada a Pedro e seus sucessores. A nossa Igreja é uma igreja de Amor, de Cristo.

Carine citou a importância dos 10 mandamentos de Deus e os 5 mandamentos da Igreja.

Logo após a coordenadora passou a palavra para o coordenador do setor Adriano e a vice Claudia e finalizamos com nossas orações.

De Colores!!!

Beto e Beth

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 06/03/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

Nesta segunda-feira, 06/03/2017, na Escola Vivencial de Piacatu, tivemos a presença do Frei Claudemir a comunicação sobre a “Campanha da Fraternidade“.

campanha da fraternidade - frei claudemir 005 (Copy)

Frei Claudemir e a “Campanha da Fraternidade

Segundo o frei a proposta da campanha da fraternidade é causar nas pessoas a importância da prevenção do meio ambiente.

Destacou seis biomas de nosso país:

  • Amazonas
  • Cerrado
  • Caatinga
  • Mata Atlântica
  • Pancas
  • Pantanal

Explicou o significado da palavra bioma:

  • BIO –  significa vida
  • OMA –  significa massa

O Papa Francisco orienta a buscar a espiritualidade ecológica e nos propõe o espírito de reverência pela natureza, que nos é dada na gratuidade.

campanha da fraternidade - frei claudemir 006 (Copy)

Deus colocou o homem num jardim para cuidar/zelar. A primeira vocação do homem foi de ser jardineiro. A partir que nossa mente é conscientizada, apaixonamos por toda forma devida.

Não podemos nos esquecer que toda vida é um dom sagrado.

O Papa Francisco declarou o dia 1 de Setembro o dia mundial da criação.

O Frei terminou propondo um compromisso aos presentes: Plantar arvores, recuperar a primeira vocação de ser jardineiro. Na sequência deu a benção final.

De Colores!!!

Beto e Beth

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 20/02/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

Nesta segunda-feira, 20/02/2017, na escola vivencial de Piacatu, Elizabeth de Lima Lacerda Gomes (Beth) fez a comunicação cujo tema foi “A importância da oração – alavanca”.

alavanca-beth-001

O que é Alavanca?

Substancialmente falando, é uma barra de material resistente, usada para mover (ou erguer) qualquer objeto pesado, com base num ponto de apoio.

Já para o MCC, ALAVANCA é uma manifestação (individual ou coletiva) de pedidos a Jesus Cristo, tais como, orações, renúncias e sacrifícios que oferecemos por nossos irmãos e irmãs, por exemplo, quando estão participando do retiro do cursilho, ultreya, encontro de formação, assembleia, etc.

Sabemos que a fé e a oração tem o poder de socorrer aqueles que amamos. Fazer nossas orações através de renúncias, sacrifícios, louvores, meditações, ações, etc. é um ato de Amor.

Neste plano, destaca-se a tradição pela qual durante a realização de um cursilho, comunidades de cursilhistas – do mundo inteiro – permanecem em oração, pedindo a Deus pelo sucesso das atividades daquele retiro.

Essa prática, conhecida como “alavanca”, tem a intenção de intercessão da comunidade orante, para que impulsione o ambiente em que se reúnem os participantes, a fim de que façam a experiência de um profundo encontro com Deus, transformador da sua própria vida e das realidades em que se vivem.

Pede-se pelo bom andamento do cursilho, conversão de todos os participantes, para que o Espírito Santo acenda em seus corações uma adesão por Jesus Cristo e se unam na construção de um mundo justo, fraterno e solidário.

Qualquer pessoa, em qualquer momento, pode fazer orações como forma de alavanca, mesmo quem não tenha feito à experiência de participar de um retiro do Movimento de Cursilhos de Cristandade.

Ainda, para lembrar aos participantes do cursilho, que muitos outros estão em íntima sintonia com aquele retiro, envia-se orações de estímulo, de forma escrita (antes por carta, atualmente por e-mail), para que durante o retiro, sejam lidas aos novos cursilhistas.

Neste momento, espera-se que a partir da força da oração, eles entendam a importância que têm para suas famílias, amigos e até de pessoas que, talvez, eles nunca conhecerão, mas que, também, estão rezando pela sua conversão.

Portanto, numa pequena demonstração da grandiosidade, unidade e organização do MCC mundial, é importante que façamos e, também, enviemos nossas alavancas aos cursilhos, exatamente, como um dia fizeram por nós.

Em Jo 17,9 – Jesus reza pedindo ao Pai por nós:

“não rogo pelo mundo, mas por aqueles que me deste, porque são seus”.

No Evangelho de Mc 9, 14-29 – Jesus, antes de realizar o milagre, conversou com o pai da criança e exigiu dele uma postura de fé. Depois, chamou a atenção dos discípulos sobre a necessidade da oração.

Devemos conhecer profundamente os desafios que nos são colocados no trabalho evangelizador.

De Colores!!!

Beth e Beto

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 13/02/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

Nesta segunda-feira, 13/02/2017 na Escola Vivencial de Piacatu, com muita alegria tivemos a comunicação do irmão em Cristo, Paulo Navacchio, que fez a comunicação sobre “As bem-Aventuranças”.

16683934_1154136054704021_7146531514443843907_n

Paulo Navaccchio, cursilhista de Piacatu

A palavra chave das Bem Aventuranças é a “FELICIDADE” e a verdadeira resposta para a felicidade está na vivencia das bem-aventuranças, que está em Mt 5, 1-12.

Jesus Cristo quer que cada um de nós seja feliz. Não adianta só conhecermos as bem-aventuranças, temos que fazer uma reflexão sobre ela, vivenciá-las no dia a dia com mudanças pessoais.

Temos que sermos misericordiosos, generosos, fraternos, puros de coração, falando a verdade e vivendo o amor.

Promover a paz através da tolerância, diálogo e, sempre, manso de coração.

De Colores!!!

Beth e Beto

Este slideshow necessita de JavaScript.