Escola Vivencial MCC – Guaraçaí – 07/12/2017

Escola Vivencial MCC – Guaraçaí

Ontem, 07/12/2017, aconteceu a confraternização De Colores da escola vivencial. Tudo realizado de forma fraternal e muito bom.

WhatsApp Image 2017-12-08 at 01.09.17 - 1

Padre Fernando, sempre presente nas atividades do MCC 

Com a participação de jovens e a presença de Padre Fernando.

Queremos agradecer a cada irmão, que juntos fizeram um jantar maravilhoso, trazendo um prato pronto, cada um fazendo o seu melhor, num verdadeiro Master Chefe.

Que delícia.

WhatsApp Image 2017-12-08 at 01.13.15

Um Feliz Natal a todos e um abençoado 2018.

Deus nos abençoe.

Valdira Martins
15º Cursilho para Mulheres da diocese de Araçatuba

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Guararapes – 06/12/2017

Escola Vivencial MCC – Guararapes

Ontem, dia 06/12/2017, o terceiro encontro da Novena de Natal, baseado no livrinho da novena deste corrente ano.

WhatsApp Image 2017-12-07 at 07.14.30

Quando aconteceu a revelação do amigo secreto da oração.

WhatsApp Image 2017-12-07 at 07.13.56

E uma revelação foi especial. A nossa irmã Marli revelou que tinha rezado pelo irmão Carlinhos, assim:

“O meu amigo de oração foi o Carlinhos da Sheila e eu fiz minhas orações no Sacrário, onde costumo ir. Coloquei aos pés do Senhor toda a vida, todos os planos,todas as alegrias,todas as tristezas do Carlinhos. E pedi nas orações que o Senhor cuide dele e lhe proteja sempre”

Inclusive, para surpresa de todos, no livrinho deste ano, aparece uma citação da Novena de Natal de 2016 do nosso grupo do MCC, referente ao gesto concreto.

WhatsApp Image 2017-12-07 at 07.15.56

Rose Maldonado
5º Cursilho para Mulheres da diocese de Araçatuba

Este slideshow necessita de JavaScript.

Novena de Natal

Novena de Natal

A escola vivencial do MCC, como de costume, pára as suas atividades neste tempo que precede o Natal e Ano Novo.

24774872_1595452327188753_54065567768160562_n

Contudo, o convívio entre os irmãos cursilhistas permanece ativo, sempre visando a espiritualidade e crescimento na fé, ora nos encontros da Novena de Natal, realizadas por diversos grupos, onde as pessoas vão se revezando, de casa em casa dos cursilhistas.

Você que ainda não participou, informe-se qual o grupo de novena de sua paróquia mais próximo de sua casa. E venha participar.

Escola Vivencial MCC – Gabriel Monteiro – 03/12/2017

Escola Vivencial MCC – Gabriel Monteiro

Neste domingo, 03/12/2017, realizamos em nossa cidade o tradicional “ALMOÇO DOS IDOSOS“. Esse almoço foi idealizado pelo saudoso Padre Tiago José Buner, em 1984 e continua sendo realizado até hoje.

101_1420

O objetivo era oferecer um pouco de divertimento aos idosos, pois a maioria morava na zona rural e na época não havia nenhuma atividade voltada para esse público.

Desde o princípio Padre Tiago contou com a ajuda dos cursilhistas para a realização deste evento. Os cursilhistas são responsáveis por toda a organização, mas a comunidade ajuda com doações.

É uma data esperada por todos, é gratificante ver a alegria deles.

Este ano tivemos a honra da presença de nosso bispo Dom Sérgio Krwyzy, participando conosco deste momento, juntamente com Frei Claudemir.

101_1454

Bispo Dom Sérgio Krzywy e frei Claudemir

Dom Sérgio, após saudar a todos com palavras de carinho, fez oração de graças antes do almoço. Também entregou uma lembrança para a idosa mais experiente, a senhora Mitsu Takahashi, que está com 105 anos.

101_1460

Que Deus abençoe a todos.

Jovânia Bassi da Silva
13º Cursilho para Mulheres da diocese de Araçatuba

Este slideshow necessita de JavaScript.

Advento – Esperar e preparar-se para aquilo que se revelou em Cristo

Vem, Senhor Jesus! Vem!

Na Igreja, o Tempo do Advento são as quatro semanas que antecedem o Natal.

É um tempo de refletir, orar e nos preparar para o feliz acontecimento que está por chegar.

manjedoura

Esse período nos convida a tocarmos no mais profundo das nossas esperanças e expectativas. Portanto, momento para estreitarmos a nossa relação com Deus e deixar nossos corações mais sensíveis com a notícia da boa nova que está por vir.

Assim, esta novidade nos transforma, pois vem do alto, do próprio Deus que nos visita e abre nossos horizontes para a salvação.

E, como uma demonstração de que estamos verdadeiramente conectados com Deus, neste período somos chamados a intensificar nossas orações.

Vale lembrar que Advento:

  • Significa preparação para a vinda do Messias na carne quente e humana de Jesus Cristo na festa do Natal.
  • Simboliza ainda a preparação da humanidade para a chegada do Salvador do Mundo.

E … Ele já veio.

Por isso não deveria em si haver mais o tempo do advento.

O tempo da espera e das trevas já passou e andamos a luz do Esperado que já irrompeu.

Porque então festejamos ainda o advento?

Não é só um rito litúrgico e um tempo que prepara o Natal?

Não.

Devemos observar que o advento faz parte de nosso tempo, depois da encarnação de Deus. É verdade que Deus veio de forma definitiva para dentro de nossa pequenez, mas, apesar disso, Ele é sempre Aquele que ainda deve vir e continua chegando para cada um e para todo o mundo.

Ao lançar um olhar para dentro si, observamos que cada pessoa vive no Antigo Testamento de si mesmo, porque vive na imperfeição e no pecado, no desejo da redenção e na ânsia do Libertador.

Os tempos messiânicos foram inaugurados com o Messias Jesus, mas não se completaram ainda.

Temos em Isaías 11,6-8:

“E morará o lobo com o cordeiro, e o leopardo com o cabrito se deitará, e o bezerro, e o filho de leão e o animal cevado andarão juntos, e um menino pequeno os guiará. A vaca e a ursa pastarão juntas, seus filhos se deitarão juntos, e o leão comerá palha como o boi. E brincará a criança de peito sobre a toca da áspide, e a desmamada colocará a sua mão na cova do basilisco.”

Porém, não é ainda verdade aquilo que Isaías profetizou para os tempos alegres do Messias, pois segue-se que o lobo ainda não é hóspede do cordeiro, a pantera não se deita ao pé do cabrito, nem o touro e o leão comem juntos; não é verdade ainda que a vaca e o urso confraternizam-se, e o leão come palha com o boi; não é ainda verdade que a criança de peito brinca à toca da serpente e o menino crescidinho mete a mão no buraco do escorpião.

Em outras palavras: a reconciliação do homem com o outro homem e com a natureza é ainda um suspiro dolorido.

Cremos que fomos libertados por Jesus Cristo, entretanto, nos vemos e sentimos tão pecadores como o homem pré-cristão.

Também, não se realizou a profecia de Jeremias (Jr 31,33) para o nosso tempo, de que Deus colocaria no nosso interior a sua lei santa e Ele mesmo a escreveria em nossos corações:

“Mas esta é a aliança que farei com a casa de Israel depois daqueles dias, diz o Senhor: Porei a minha lei no seu interior, e a escreverei no seu coração; e eu serei o seu Deus e eles serão o meu povo.”

Toda esta situação nos convence: hoje é ainda advento.

Portanto, é preciso esperar a vinda de Deus que modificará este estado de dificuldades deste mundo realizando as profecias vistas nos sonhos dos antigos profetas e as nossas próprias esperanças.

Neste sentido, cada ser humano carrega dentro de si uma riqueza que não alcança ser mostrada durante nosso percurso terrestre.

É possível que não nos realizemos totalmente, por mais que nos esforcemos, porque não há testemunho de conversão completa de nosso modo de vida, assim, seguimos, permanecendo sempre no advento de nós próprios.

Mas um dia, tudo florescerá em nós quando Deus mesmo se revelar a nós próprios; então não haverá mais advento; enfim, será o Natal eterno, pois Deus terá nascido e se revelado definitivamente dentro de nosso coração.

O advento cristão professa: em alguém, em Jesus, Deus se manifestou totalmente.

N’Ele a espera expirou.

Concluindo, advento significa então: esperar e preparar-se para aquilo que se revelou em Cristo se revele também em nós.

Enquanto isso não acontecer, roguemos humildemente como os primeiros cristãos:

Vem, Senhor Jesus! Vem!

Escola Vivencial MCC – Guararapes – 29/11/2017

Escola Vivencial MCC – Guararapes

Ontem, dia 29/11/2017, aconteceu o segundo encontro da novena de natal de 2017. Fomos recebidos na casa da Dona Fatima e do Sr. Luiz.

WhatsApp Image 2017-12-06 at 09.17.49

O casal apresentou a netinha, recém nascida. Noutro momento da novena, a filha Tamara nos disse que a maior obra de Deus na vida dela foi o nascimento da filha.

Deus seja Louvado!!!!

Rose Maldonado
5º Cursilho para Mulheres da diocese de Araçatuba

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Murutinga do Sul – 28/11/2017

Escola Vivencial MCC – Murutinga do Sul

Nesta Terça-feira, 28 de novembro de 2018, nossa escola vivencial foi diante do Nosso Senhor Jesus Cristo, num momento de entrega, agradecimento, suplicas e adoração.

Com o auxilio do ministro da eucaristia e irmão em Cristo Euclides (Cridão), para a Exposição do Santíssimo.

Eu (Drieli) com a benção do Espirito Santo, conduzi esse momento, dando a abertura em cada momento para que os cursilhistas presentes falassem o que tinham dentro do seu coração, o seus pedidos os seus agradecimentos e suas orações conforme o momento.

IMG-20171128-WA0017

“Em Nome do Pai, do Filho, do Espírito Santo. Amém”

1º Passo – Invocamos o Espírito Santo

Invoquemos o Divino Espírito Santo sobre todo o nosso ser para nos tornar, a cada dia e a cada hora, um Verdadeiro Adorador.

Oração de submissão ao Espírito Santo

“Ó Espírito Santo, alma da minha alma, eu Vos adoro, esclarecei-me, guiai-me, fortificai-me, aconselhai- me, dizei-me o que eu devo fazer, dai-me as Vossas ordens, eu prometo submeter-me a tudo o que desejardes de mim e aceitar tudo o que permitirdes que me aconteça, fazei-me conhecer somente a Vossa Vontade!”

2º Neste segundo momento – Pedimos a proteção de Deus

Revistamo-nos da armadura e da proteção de Deus para expulsar todo mal.

Armadura do cristão

“Finalmente, irmãos, fortalecei-vos no Senhor, pelo seu soberano poder. Revesti-vos da armadura de Deus, para que possais resistir às ciladas do demônio. Pois não é contra homens de carne e sangue que temos de lutar, mas contra os principados e potestades, contra os príncipes deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal (espalhadas) nos ares. Tomai, por tanto, a Armadura de Deus, para que possais resistir nos dias maus e manter-vos inabaláveis no cumprimento do vosso dever. Ficai alerta, à cintura cingidos com a Verdade, o corpo vestido com a couraça da Justiça, e os pés calçados de prontidão para anunciar o Evangelho da Paz. Sobretudo, embraçai o escudo da Fé, com que possais apagar todos os dardos inflamados do Maligno. Tomai, enfim, o capacete da Salvação e a espada do Espírito, isto é, a Palavra de Deus. Intensificai as vossas invocações e súplicas. Orai em toda circunstância, pelo Espírito, no qual perseverai em intensa vigília de súplica por todos os cristãos” (Efésios 6, 10-18).

Jesus, protege-me

Jesus, Filho Redentor do Eterno Pai, mais uma vez venho humildemente invocar Tua divina proteção sobre mim. Protege-me, Senhor, de toda espécie de violência. Resgata e afasta minha alma de toda e qualquer ocasião de pecado. Que durante as 24 horas deste dia, a Tua força venha constantemente ao encontro da minha fraqueza. Amém.

3º Passo – Rezamos a Ladainha do Louvor a Deus Pai, a Jesus Cristo e ao Espirito Santo.

Vá dizendo, uma após outra, frases em louvor.

  • “Eu te louvo, Deus Pai, por teres me criado” …
  • “Eu te louvo, Jesus, pelo teu Sagrado Coração, cheio amor e misericórdia” …
  • “Eu te louvo, Espírito Santo, porque és o Amor do Pai e do Filho” …

4º nesse momento – Deus fala conosco:

Evangelho de Jesus Cristo do dia. 

5º Momento – O Perdão

A partir da oração do Pai Nosso, pedimos perdão a Deus e a graça de conseguirmos perdoar as pessoas que passaram pela nossa vida.

Pai Nosso

“Pai Nosso que estais no céu, santificado seja o Vosso Nome; venha a nós o Vosso Reino, seja feita a Vossa Vontade, assim na terra como no céu; o Pão-Nosso de cada dia nos daí hoje; perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido, e não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal. Amém.”

6º Momento que pedimos a  Intercessão

Pense nas mãos poderosas de Jesus tocando na cabeça de cada pessoa pela qual você intercede e peça com fé e confiança total: “Jesus, coloca tuas Mãos benditas, ensanguentadas, chagadas e abertas sobre… (diga aqui os nomes das pessoas pelas quais você intercede).

7º Passo – Entregamo-nos:

Oração de Abandono

“Meu Pai, entrego-me a Vós, fazei de mim o que for de Vosso agrado. O que quiserdes fazer de mim, eu Vos agradeço. Estou pronto para tudo, aceito tudo desde que Vossa Vontade se realize em mim, em todas as Vossas criaturas, não desejo outra coisa, meu Deus. Deponho minha alma em Vossas mãos, eu Vo-la dou, meu Deus, com todo o amor do meu coração, porque Vos amo e porque, para mim, é uma necessidade de amor dar-me e entregar-me em Vossas mãos, sem medida, com uma confiança infinita, pois sois meu Pai”.

Tomai, Senhor

“Tomai, Senhor, e recebei toda a minha liberdade, a minha memória também, o meu entendimento e toda a minha vontade; tudo o que tenho e possuo, vós me destes com amor. Todos os dons que me destes com gratidão vos devolvo; disponde deles, Senhor, segundo a vossa Vontade. Dai-me somente o vosso amor, vossa graça, isso me basta, nada mais quero pedir”

8º Passo – Adoração

Pense somente em Deus e estabeleça com Ele uma profunda união. Comece reconhecendo que só Ele é Deus, Uno e Trino: Pai, Filho e Espírito Santo. Bendiga-O de todo o seu coração, glorifique-O pelo que Ele é. Adore-O pelo que Ele fez, faz e ainda fará em sua vida. Vá dizendo muitas e muitas vezes Santo, Santo, Santo, até entrar num momento de Adoração silenciosa e contemplativa, onde você se sentirá completamente mergulhado na Misericórdia infinita de Jesus que, com o Pai e o Espírito Santo, abraçam você no envolvimento de seu eterno Amor. Além de orações espontâneas, reze também:

Adoração e reparação

“Meu Deus, eu creio, adoro, espero e amo-Vos. Peço- Vos perdão para aqueles que não creem, não adoram, não esperam e não Vos amam. Santíssima Trindade, Pai, filho e Espírito Santo, adoro-Vos profundamente e ofereço-Vos o Preciosíssimo Corpo, Sangue, Alma e Divindade de Jesus Cristo, presente em todos os Sacrários da Terra, em reparação dos ultrajes, sacrilégios e indiferenças com que Ele mesmo é ofendido. E, pelos méritos infinitos do Seu Sacratíssimo Coração e do Imaculado Coração de Maria, peço-Vos a conversão dos pobres pecadores. Amém.”

Jesus, quero te adorar

“Jesus, quero te adorar do mais profundo do meu ser, meu Deus, meu Salvador, meu Rei. Jesus, eu te adoro por tudo o que está acontecendo na minha vida. Eu te adoro, Jesus, porque és meu Senhor e meu Deus.”

9º Passo – Agradecemos

Além de agradecer com orações espontâneas que brotam do nosso coração, rezamos também:

Obrigado Pai, Filho e Espírito Santo

“Pai Santo, Pai de Amor, eu te agradeço por tantos dons e tantos presentes que o Senhor tem me dado. Muito obrigado, Pai, pela minha filiação, por ser teu filho e teu herdeiro. Obrigado pelo meu passado, pelo meu presente e pelas bênçãos e graças que estão sendo derramadas sobre mim e minha família nessa hora de adoração. Obrigado pelo meu futuro e pelo Plano de Amor que o Senhor traçou para minha vida. Jesus Cristo, meu melhor amigo, meu Salvador e meu Rei, muito obrigado pela minha salvação, pela redenção. Muito obrigado, meu Mestre, porque o Senhor veio me ensinar o seu Caminho. Muito obrigado, Jesus, pela sua presença amorosa na Santa Comunhão e por vir fazer sua morada no mais íntimo do meu coração. Divino Espírito Santo, meu santificador, luz do meu caminho. Obrigado pela obra maravilhosa obra que o Senhor está realizando em mim. Agradeço por me ensinar a adorar ao Pai e ao Filho. Obrigado por me transformar, a cada dia, a cada hora, num verdadeiro adorador e servo de Deus!”

Encerramento, rezando:

  • 1 Pai Nosso
  • 1 Ave Maria
  • 1 Glória

Drieli Oliveira Fioravante Araújo
4º Cursilho para Jovens da diocese de Araçatuba

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Bilac – 28/11/2017

Escola Vivencial MCC – Bilac

Terça-feira, 28.11.2017, na Escola Vivencial na última reunião do corrente ano, discutimos os assuntos tratados na XXIV Assembleia Diocesana do Movimento de Cursilho da Cristandade da Diocese de Araçatuba, ocorrida em 19.11.2017, na casa São Paulo, visando aprimorarmos ainda mais os nossos trabalhos para 2018, seguindo sempre os preceitos dos documentos da Igreja Católica.

IMG_20171128_194813700

Na sequencia, fizemos uma breve reflexão sobre o tema: JESUS VAI VOLTAR?

A espera que Jesus vai voltar é dúvida de crentes e não crentes:

A história da salvação acontece em diversas etapas. Deus criou e organizou o homem na face da Terra, depois escolheu um povo a partir de Abraão. Com essa escolha, o Senhor passa a ter um povo sobre a Terra. Logo depois, o Seu povo, por meio de Moisés, recebe a Lei, ou seja, o modo como viver neste lugar. Tudo isso apontava para o dia mais importante da nossa salvação: a chegada de Jesus.

Paulo descreve em Gálatas:

“Chegada a plenitude dos tempos, Deus enviou seu Filho nascido de uma mulher” (Gl 4,4).

Jesus vem, cumpre Seu papel de revelar o Pai, redime a humanidade morrendo na cruz, forma Sua Igreja enviando o Espírito Santo e estabelece um tempo para essa Igreja até que Ele volte.

Portanto, a espera da segunda vinda de Cristo é renovada todos os dias, no mundo inteiro, na liturgia eucarística, pela Igreja, ao dizer

“todas as vezes que comemos deste pão e bebemos deste cálice, anunciamos Senhor a vossa morte, enquanto esperamos a vossa vinda”.

Nenhum teólogo ou igreja cristã tem dúvida se Jesus vai voltar. Quando os primeiros cristãos perguntaram se era o momento de Jesus restaurar Jerusalém – como encontramos no livro dos Atos dos Apóstolos -, Ele respondeu:

“não cabe a vós saber o dia e a hora, não cabe a vós vos preocupardes com este momento” (At 1,7-8).

Porém, Jesus não negou esse momento, Ele não disse que a Igreja não deveria se preocupar com esse assunto.

Vejamos: a Igreja acabara de nascer, tinha, agora, a missão de levar o Evangelho até os confins da terra como descrito no versículo 8 de Atos dos Apóstolos:

“Descerá sobre vós o Espírito Santo, que lhes dará força e sereis minhas testemunhas em Jerusalém, na Judeia e na Samaria e até os confins da terra.”

Os primeiros cristãos estavam preocupados com a segunda vinda de Jesus

A preocupação central da Igreja recém-nascida era levar a mensagem da salvação ao mundo inteiro. Para isso, seria revestida da força do Espírito Santo e não deveria preocupar-se tanto com a segunda vinda do Senhor.

Mas apesar de os primeiros cristãos estarem focados em levar o Evangelho até os confins da terra, suas pregações traziam a visão escatológica. O capítulo 3 de Atos dos Apóstolos narra o milagre realizado por Pedro e João a caminho do templo. Esse fato assombrou o povo, que, atônito, acercou-se dos dois.

Pedro, então, aproveita o momento para anunciar Jesus e convidá-los a crerem n’Ele, a se arrependerem e a se converterem, a fim de que os pecados lhes fossem apagados. Imediatamente, fala-lhes da segunda vinda do Senhor quando afirma:

“Então enviará Ele o Cristo, que vos foi destinado, Jesus, a quem o céu deve acolher até os tempos da restauração de todas as coisas, das quais Deus falou pela boca de seus santos profetas” (At 3,20b-21).

Também o apóstolo Paulo, na primeira das diversas cartas que escreveu, no livro mais antigo do Novo Testamento, já demonstrava preocupação com a segunda vinda do Senhor, como podemos constatar no capítulo 5, 23 da primeira epístola aos Tessalonicenses:

“O Deus da paz vos conceda santidade perfeita; e que o vosso ser inteiro, o espírito, a alma e o corpo sejam guardados de modo irrepreensível para o dia da Vinda de nosso Senhor Jesus Cristo.”

Tanto Pedro, o apóstolo dos judeus, como Paulo, o apóstolo dos gentios, trabalharam esse tema em suas pregações e escritos. Ao lermos em Mateus:

“e este Evangelho do Reino será proclamado no mundo inteiro como testemunho para todas as nações. E então virá o fim” (Mt 24,14).

Ali percebemos que há um tempo estabelecido para a vinda do Senhor. Este tempo está compreendido entre o início da propagação do Evangelho e a chegada dessa mensagem ao mundo inteiro.

Os anjos afirmam sobre a volta de Jesus

Em Atos, os anjos afirmam que, do mesmo modo que viram Jesus subir, o verão descer dos céus:

“Os anjos disseram: ‘Homens da Galileia, por que estais aí a olhar para o céu? Este Jesus que foi arrebatado dentre vós para o céu, assim virá do mesmo modo como o vistes partir para o céu’” (At 1,11)

Também no final dos Evangelhos vemos Jesus dizendo de sua segunda vinda gloriosa e dos diversos sinais que antecedem esse evento.

Os primeiros cristãos cumpriram a missão de levar o Evangelho e advertiram a Igreja sobre a vinda gloriosa do Senhor. Cabe à Igreja dos dias atuais – ao identificar os diversos sinais precursores e constatar que o Evangelho está chegando aos confins da terra – se deter sobre este assunto com mais profundidade.

José João Ricardo
31° cursilho para homens da Diocese de Araçatuba – abril/2012

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Araçatuba – 28/11/2017

Escola Vivencial MCC – Araçatuba

“Louvai-o e exaltai-o pelos séculos sem fim!” Salmo (Daniel 3)

Nesta terça feira, 28/11/2017, iniciamos os trabalhos do dia, na capela interna da Casa de São Paulo, com a celebração da Santa Missa em agradecimento aos frutos colhidos pelo trabalho no Movimento de Cursilhos neste ano e em intenções dos Cursilhos que se realizam nesta semana, no Brasil e no mundo, e aos aniversariantes da semana.

WhatsApp Image 2017-11-28 at 23.47.18

Padre Fernando celebra a Santa Missa de encerramento dos trabalhos de 2017.

Na homilia, padre Fernando diz que à luz das leituras bíblicas da liturgia podemos chegar à conclusão de que todos os reinos e esplendor humanos um dia acabam. Fez várias citações históricas para comprovar a fugacidade de tudo, das coisas boas e ruins. No Evangelho, as pessoas pediam sinais a Jesus. Hoje temos de ficar atentos os sinais, nos acontecimentos do mundo e pessoais. Citou o papa Francisco, que se encontra num país onde existe perseguição religiosa, onde os grupos religiosos maiores massacram os menores. Apontou que este é um sinal para que o mundo olhe o sofrimento daquele povo que é perseguido. Mas não devemos ficar apenas nos fatos mundiais, temos de olhar ao nosso redor, perceber as necessidades do outro, principalmente olhar para as crianças ao nosso redor, suas necessidades e dores. Elas, as crianças, são nossos sinais.

Na sala de mensagens, Rodrigo comunicou que as atividades da Escola Vivencial retornarão no dia 20/02/2018.

WhatsApp Image 2017-11-28 at 23.52.03

Na comunicação sobre o tema social extraído do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus, capítulo 25, versículos 31 a 46, Rodrigo nos recordou a bula papal Misericordiae Vultus (O Rosto da Misericórdia), que proclamou o Jubileu Extraordinário da Misericórdia (2015).

O texto do Evangelho nos traz a Caridade como principal foco. Sendo a Caridade um tema teologal infundida em nós pelo Batismo, torna-se missão vivencial do cristão. Ou seja, negar a Caridade ao longo da vida é negar o próprio Sentido Maior da Vida que é o Reino de Deus.

Na linha do tempo do percurso de vida de cada um, somos chamados à Caridade. O cerne deste chamado é a nossa resposta e a nossa vivência na verdade.

As obras de Misericórdia são corporais e espirituais. No Evangelho de Jesus Cristo acima citado e que foi proclamado por Rodrigo no início da sua comunicação Jesus nos dá o ensinamento das obras de Misericórdia corporais.

A Igreja, continuadora de Cristo na história humana, extraiu de passagens bíblicas e do ensinamento do Mestre as obras de Misericórdia espirituais.

As obras de Misericórdia são como uma receita para nós. Elas nos conduzem passo a passo para nossa salvação. Jesus é o Senhor da nossa vida, em todos os sentidos. Devemos buscar a Verdade e a Vida Eterna. Deus deve estar em primeiro lugar, este é o sentido da vida.

Os testemunhos de Rodrigo nos mostraram que devemos ultrapassar todas as barreiras, irmos em frente, praticando as boas obras para as pessoas e instituições que precisam de nosso trabalho. Não podemos dizer não Àquele que nos deu a vida.

WhatsApp Image 2017-11-28 at 23.54.15 (1)

Na sequência, os participantes da Escola Vivencial fizeram a leitura e breve explicação das Obras de Misericórdia Corporais e Espirituais (texto anexo).

Joaquim Benício Peruzzo
58º Cursilho para Homens da diocese de Lins – abril/1988

Item Material Utilizado Link
1 material no word As obras de Misericordia

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 28/11/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

No encontro da escola vivencial, Frei Claudemir celebrou a santa Missa em ação de graças pelas atividades realizadas no ano de 2017 no MCC de Piacatu.

23905445_1419807281470229_1735401116176162675_n

Frei Claudemir celebra a Santa Missa de Ação de Graças aos trabalhos do ano de 2017.

Logo após, uma pequena confraternização.

De Colores

José Roberto Gomes (Beto)
69º Cursilho para Homens da diocese de Lins

Elizabeth de Lima Lacerda Gomes (Beth)
65º Cursilho para Mulheres da diocese de Lins

Este slideshow necessita de JavaScript.

Blog do MCC da Diocese de Araçatuba – ano VII

Dia 27/11/2017

Blog do MCC da Diocese de Araçatuba

Ano VII

Estamos adentrando ao Oitavo Ano e a equipe do blog do MCC da Diocese de Araçatuba, como de costume, vem apresentar um pequeno resumo do ano que se completa.

Vejamos algumas ações:

paises

Países que acessaram o blog

Nestes sete anos de vida, chegamos a 108 países e estamos próximos do total de 300 mil visualizações com mais de 110 mil IPs (internet protocol) diferentes, ou seja, 110 mil pessoas diferentes ou 110 mil computadores diferentes, sendo mais de 26 mil somente em 2017. 

missas

No ano de 2017, novamente, a página mais visitada, é aquela que faz parte da nossa prestação de serviço, a qual informa os horários das santas missas em nossa diocese.

mensagem

Postagem mais acessada em 2017

No mesmo sentido, a postagem “Como preparar uma mensagem” (com 1.696 visualizações) é a postagem mais acessada, pois outros neo-cursilhistas de outras dioceses, com certeza no afã de montar sua primeira mensagem, procuram conhecimento, também, neste meio de comunicação virtual.

ultreya

Ainda, tivemos irmãos de nossa diocese na V Ultreya Mundial que aconteceu na cidade de Fátima em Portugal, donde depois estes partilharam no blog (em algumas escolas vivenciais) as experiências de outros cursilhistas em um encontro de cursilhistas vindos de todos os cantos do planeta. 

ano laicato

Para continuar nossa missão de levar a Boa Nova a todos os ambientes, o blog do MCC da diocese de Araçatuba e das Escolas Vivenciais a partir da Festa de Cristo Rei, segue o Ano Nacional do Laicato no Brasil e  continuará seu serviço procurando levar a informação e formação a todos os irmãos em Cristo Ressuscitado de todos os cantos do planeta.   

terço e guia do peregrino

Peregrinar é caminhar por Cristo ao Pai, através dos impulsos do Espírito Santo, com a ajuda de Maria, levando consigo os irmãos” – Antonio Rivera Ramírez

Abraços De Colores, da Equipe do Blog

 

Escola Vivencial MCC – Bilac – 26/11/2017

Escola Vivencial MCC – Bilac

Tarde de domingo, 26.11.2017, os cursilhistas do MCC de Bilac promoveram e participaram do café comunitário no Lar São Vicente de Paula, da nossa cidade, juntamente com outros grupos e pastorais.

IMG_20171126_131956260

Fomos recepcionados pelos moradores e colaboradores com carinho e alegria, onde compartilhamos momentos de emoção, acompanhado de animadas musicas.

Foi uma ação simples, porém, bastante feliz, pois era visível a satisfação no semblante de cada um dos presentes.

Todo gesto de amor e solidariedade, mesmo aparentemente pequeno, torna-se grandioso para quem o recebe e faz a diferença para quem o pratica.

Jesus conta conosco!

Paz e bem!

José João Ricardo
31° cursilho para homens da Diocese de Araçatuba – abril/2012

Este slideshow necessita de JavaScript.

CNBB – Presidente da CNBB, cardeal Sergio da Rocha, saúda a abertura do Ano Nacional do Laicato na Festa do Cristo Rei – 24/11/2017

Presidente da CNBB, cardeal Sergio da Rocha, saúda a abertura do Ano Nacional do Laicato na Festa do Cristo Rei

No último domingo do ano litúrgico, dia 26/11, data em que se comemora a Festa de Cristo Rei, a Igreja no Brasil dá abertura em todo território nacional ao Ano Nacional do Laicato, que se estende até 25 de novembro do próximo ano.

dom sergio

O arcebispo de Brasília e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), cardeal Sergio da Rocha, saúda a realização deste ano como uma oportunidade de valorizar ainda mais a presença e a missão dos cristãos leigos e leigas na Igreja e na Sociedade. “Nós temos a alegria de começar no Brasil o Ano do Laicato, aprovado pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, contando de modo especial com a Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato”, disse.

De acordo com o cardeal, toda Igreja no Brasil é convidada a vivenciar intensamente o Ano do Laicato por meio de orações, celebrações e reflexões mas sobretudo incentivando e apoiando uma participação sempre maior dos cristãos leigos e leigas na vida da Igreja e da sociedade para que sejam de fato sal da terra e luz do mundo numa Igreja em saída.

ano laicato

Mística e tema – O tema escolhido para animar a mística do Ano do Laicato foi: “Cristãos leigos e leigas, sujeitos na ‘Igreja em saída’, a serviço do Reino” e o lema: “Sal da Terra e Luz do Mundo”, Mt 5,13-14.

Segundo o bispo de Caçador (SC), dom Severino Clasen, presidente da Comissão Episcopal Especial para o Ano do Laicato, a mística do apaixonamento e seguimento a Jesus Cristo é a tônica a ser trabalhada em todas as comunidades e dioceses do país o que leva o cristão leigo a tornar-se, de fato, um missionário na família e no trabalho e onde estiver vivendo.

A festa de Cristo Rei foi criada pelo papa Pio XI em 1925. O pontífice instituiu que fosse celebrada no último domingo de outubro. Na reforma litúrgica passou ao último domingo do ano litúrgico como ponto de chegada de todo o mistério celebrado, para dar a entender que Ele é o fim para o qual se dirigem todas as coisas.

Que Deus abençoe a todos que já estão se empenhados na realização deste Ano do Laicato. Que ele possa produzir muitos frutos pela participação de tanta gente e, acima de tudo, pela graça de Deus”, rogou dom Sergio.

fonte:

http://cnbb.net.br/presidente-da-cnbb-cardeal-sergio-da-rocha-sauda-a-abertura-do-ano-nacional-do-laicato-na-festa-do-cristo-rei/

Escola Vivencial MCC – Guararapes – 22/11/2017

Escola Vivencial MCC – Guararapes

Ontem, dia 22/11/2017, começamos nossa Novena de Natal.

WhatsApp Image 2017-12-06 at 09.17.30

A novena acontece na casa das pessoas do grupo do Movimento de Cursilhos de Cristandade. Sentimos uma que a novena é uma benção, pois todo ano, novas pessoas se juntam a nós e o grupo só aumenta.

Rose Maldonado
5º Cursilho para Mulheres da diocese de Araçatuba

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Bilac – 21/11/2017

Escola Vivencial MCC – Bilac

Terça-feira, 21.11.2017,  nos reunimos para adoração ao Santíssimo, em agradecimento a Deus pelos trabalhos realizados e a perseverança dos cursilhistas, durante o ano que está chegando ao fim.

WhatsApp Image 2017-11-21 at 21.35.29

Diante do Jesus ressuscitado foram proferidas profundas mensagens religiosas e palavras evangelizadoras, onde todos compartilharam momentos de fé e espiritualidade, respeitando a individualidade de cada um, pois, perante Deus somos todos iguais, mas também pecadores, necessitando sempre da Sua infinita misericórdia.

Pedimos ao Senhor, que não deixe apagar a chama que impulsiona a nossa caminhada, concedendo-nos o dom da sabedoria para continuarmos anunciando e testemunhando a palavra como fermento, sal e luz.

Onde há uma vontade, há um caminho. Onde há boa vontade e Fé, há muitos caminhos.

Que possamos a cada novo dia, descobrir e cultivar nossa missão de cursilhistas, na escuta, no acolhimento e na resposta ao chamado de Deus com alegria, coragem e ânimo.

Senhor, fazei que pratiquemos a caridade não apenas em ocasiões especiais, mas no cotidiano da vida e que nos aproximemos com maior fervor de Cristo, luz da humanidade.

Que  os nossos objetivos e ações, sejam sempre guiados pelas mãos protetora do Pai!

Saudações De colores!

José João Ricardo
31° cursilho para homens da Diocese de Araçatuba – abril/2012

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Araçatuba – 21/11/2017

Escola Vivencial MCC – Araçatuba

“Todo aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe.” (Lc 11, 50)

Nesta terça feira, 21/11/2017, iniciamos os trabalhos do dia, na capela interna da Casa de São Paulo, com orações, leitura e partilha do Evangelho de Jesus cristo em Lucas 11, 46-50 – oferecidos em alavanca aos cursilhos que se realizam no Brasil e no mundo nesta semana e aos aniversariantes. Rezamos, também, para cursilhistas falecidos.

aulao_de_revisao

Na sala de mensagens, Luís Henrique informou que:

  • comunicação do dia seria avaliação da Escola Vivencial,
  • Prestação de contas do Setor Diocesano de Araçatuba, ano 2017.

Na próxima semana:

  • Comunicação que será feita por Rodrigo José de Athayde, com o tema social baseado no evangelho de Mateus, capítulo 25, versículos 31 a 46.
  • Após a comunicação, haverá uma pequena confraternização para encerramento das atividades do ano.

Em powerpoint, foram apresentadas as comunicações realizadas na Escola Vivencial do segundo semestre. Em seguida, preenchemos uma ficha de análise e sugestões para as comunicações do ano 2018.

Luís Henrique falou sobre a reunião de revisão e orientações para a EV 2018, a ser realizada com o GED e Setores Diocesanos, no dia 09/12/2017.

Disse que os representantes da EV devem comparecer, assim como todos os demais interessados do Setor.

Também foi apresentado no telão o balancete financeiro do Setor, as receitas e despesas, com ênfase nos pagamentos efetuados ao GED, sinalizando que o setor está em dia.

O assunto seguinte foi a Assembleia Diocesana realizada no último domingo (19/11), com divulgação do calendário 2018 do GED e das propostas do Setor Araçatuba para o próximo ano. Sílvia, coordenadora do Setor, apresentou os compromissos assumidos na Assembleia, com relação ao Método do Cursilho em seus três tempos: Pré, Cursilho e Pós.

A oração do leigo, referente ao Ano Nacional do Laicato que se iniciará no próximo dia 26, e a Ave-Maria encerraram as atividades do dia.

Oração do leigo no Ano Nacional do Laicato

Ó Trindade Santa, / Amor pleno e eterno, / que estabelecestes a Igreja como vossa ‘imagem terrena’:

Nós vos agradecemos / pelos dons, carismas, / vocações, ministérios e serviços / que todos os membros do vosso povo realizam / como “Igreja em saída”, / para o bem comum, / a missão evangelizadora / e a transformação social, / no caminho vosso Reino.

Nós vos louvamos / pela presença e organização dos cristãos leigos e leigas no Brasil / sujeitos eclesiais, testemunhas de fé, / santidade e ação transformadora.

Nós vos pedimos, que os batizados / atuem como sal da terra e luz do mundo: / na família, no trabalho, / na política, e na economia, / nas ciências e nas artes, / na educação, na cultura e nos meios de comunicação; / na cidade, no campo e em todo o planeta, / nossa “casa comum”.

Nós vos rogamos que todos contribuam / para que os cristãos leigos e leigas / compreendam sua vocação e identidade, / espiritualidade e missão, / e atuem de forma organizada na Igreja e na sociedade / à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres.

Isto vos suplicamos / pela intercessão da Sagrada Família, / Jesus, Maria e José, / modelos para todos os cristão / Amém!

Joaquim Benício Peruzzo
58º Cursilho para Homens da diocese de Lins – abril/1988

Item Material Utilizado Link
1 material no word Oração do leigo no ano nacional do laicato

Escola Vivencial MCC – Gabriel Monteiro – 20/11/2017

Escola Vivencial MCC – Gabriel Monteiro

Nesta segunda-feira, 20/11/17, tivemos a participação do Frei Claudemir, em nossa Escola Vivencial.

101_1330

Com a comunicação: “EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ

Por que Jesus foi para a cruz?

Foi por AMOR EmojiEmojiEmoji

Jovânia Bassi da Silva
13º Cursilho para Mulheres da diocese de Araçatuba

Este slideshow necessita de JavaScript.

Escola Vivencial MCC – Piacatu – 20/11/2017

Escola Vivencial MCC – Piacatu

No dia 20/11/17, os irmãos de Piacatu presenteados por uma bela mensagem do irmão Luiz Antonio Navacchio de nossa cidade, cujo tema foi: Espiritualidade.

23794936_1413447982106159_3084995365275545722_n

Espiritualidade é a presença de Deus na nossa vida, nas nossas ações. É uma forma de viver. São as nossas escolhas, nossa atitude, postura de viver, é uma característica de quem tem fé.

O cristão é deixar se conduzir pelo Espirito Santo, é seguir Jesus Cristo, é uma decisão que muda tudo, o modo de ser voltado para a vida e libertação das pessoas.

Espiritualidade é viver a graça batismal, é a nossa intimidade com Deus é o mandamento do Amor.

Se vivemos o verdadeiro amor temos a espiritualidade.

Temos que ter clareza da nossa missão no mundo, seja social e religiosa.

Espiritualidade é se colocar a serviço das outras pessoas, não é apenas falar da fé. É seguir Jesus, apaixonar por Ele e ver Cristo em todas as pessoas.

Modelos de espiritualidade, Jesus, Maria, Santos e São Paulo Apóstolo.

De Colores!

José Roberto Gomes (Beto)
69º Cursilho para Homens da diocese de Lins

Elizabeth de Lima Lacerda Gomes (Beth)
65º Cursilho para Mulheres da diocese de Lins

Este slideshow necessita de JavaScript.